A indústria do aço está associada à história de desenvolvimento do Brasil. Das usinas siderúrgicas instaladas no País saiu o aço de nossas hidrelétricas, torres de transmissão, edifícios, pontes e viadutos. O aço está nas máquinas e equipamentos que impulsionam o agrobusiness e todos os segmentos industriais. O aço é o material usado em todos os meios de transporte e está presente em todos os momentos de nosso dia-a-dia.

Da mesma forma, a indústria do aço também se associou ao esforço para construção de um futuro sustentável para o planeta. Vem permanentemente atuando para otimização do consumo de matérias primas e insumos e redução dos impactos sobre o meio ambiente.

Em 1992, quando foi realizada a Cúpula da Terra, no Rio de Janeiro, o setor já havia praticamente concluído a maior parte dos investimentos em sistemas “fim de tubo”, abrangendo equipamentos de controle das emissões atmosféricas e estações de tratamento dos efluentes líquidos de suas unidades industriais.

Passados 20 anos, o Rio de Janeiro voltou a sediar evento das Nações Unidas para discutir um novo modelo de desenvolvimento, que propicie a migração para uma economia mais verde e maior equidade social. No período entre esses dois dos mais importantes eventos mundiais relacionados ao desenvolvimento sustentável, os conceitos evoluíram e as tecnologias também. A indústria passou a atuar na sustentabilidade de seus processos, adotando tecnologias mais limpas, buscando maior eficiência energética e reduzindo os descartes no meio ambiente.

A concepção de produtos, por sua vez, vem incorporando, de forma crescente, o ciclo de vida dos materiais, favorecendo aqueles que possam ser reciclados e não causem impactos sobre o meio ambiente ao fim da vida útil.

Este fascículo apresenta de que forma a indústria do aço vem enfrentando os desafios para um crescimento sustentável, transformando-os em oportunidades, na expectativa do aumento do consumo doméstico de aço, e considerando os cenários de médio e longo prazos nos quais o desempenho sócioambiental será um diferencial importante de competitividade.

Leia aqui o documento A Indústria do Aço no Brasil