Instituto Aço Brasil - 50 anos

0s 50 anos do Instituto Aço Brasil refletem o desenvolvimento da indústria brasileira do aço. A produção subiu de 2 para 31,6 milhões de toneladas de aço bruto, posicionando o Brasil como 9º maior produtor mundial. De lá para cá, o Instituto Aço Brasil cresceu junto com a indústria do aço e a economia do País. Ajudou as empresas brasileiras a fortalecer pilares econômico, social e ambiental em prol do seu desenvolvimento e da sociedade.

Na década de 70, o Instituto e seus associados realizaram o primeiro estudo completo do mercado brasileiro de aço, estimando a demanda para os anos seguintes. Números que se tornaram referência para o Plano Siderúrgico Nacional. Naquele período, o Instituto debatia com o Governo e as indústrias investimentos para ampliar a capacidade de produção. Era preciso substituir as importações até então responsáveis por 40% do mercado.

As barreiras de exportação para o mercado internacional tomaram a agenda dos colaboradores do Aço Brasil na década de 1980. Foi a partir desta década que a exportação brasileira de aço saltou de 11,6% da produção para 43% em 1985, e só não cresceu mais devido a essas barreiras. Nesta década, o Instituto ampliou sua estrutura com a abertura do escritório regional de Brasília, em 1988, mesmo ano em que se discutia o turno de 6 horas com o Governo.

A década de 90 foi marcada pela privatização a começar pela Cosinor, Usiminas, Aços Finos Piratini, CST, Acesita, CSN, Cosipa e Açominas, empresas responsáveis por quase 70% da produção nacional da época. Esse movimento levou o Instituto a envolver-se nas grandes questões nacionais ligadas à indústria do aço, como os marcos regulatórios de portos, ferrovias, os assuntos ambientais, tributários, trabalhistas, além dos acordos de comércio exterior. Outro marco foi a fusão da Associação das Siderúrgicas Privadas (ASP) ao instituto.

Nos anos 2000, o instituto acompanhava a consolidação das empresas e seus aumentos de escala. Nesse momento foi inaugurado Centro Brasileiro de Construção em Aço para fomentar o uso do aço na construção civil. 2009 foi outro grande marco: o então Instituto Brasileiro de Siderurgia passou a ser Instituto Aço Brasil, trazendo a força do aço para seu nome, ressaltando sua importância no dia a dia das pessoas e destacando a contribuição do produto para o desenvolvimento do país. No ano seguinte foi criado o Centro de Coprodutos Aço Brasil na linha de investimento em desenvolvimento ambiental para estudar mais opções de destinação das sobras do processo produtivo do aço.

O Aço Brasil e seus colaboradores têm muito orgulho do que construíram nestes 50 anos e mantêm o compromisso de evoluir sempre, acompanhando o desenvolvimento deste setor que está ligado à história do crescimento do país. Independentemente de como será o futuro, o aço estará lá.


Livro: AÇO BRASIL – UMA VIAGEM PELA INDÚSTRIA DO AÇO

Ministério da Cultura, Escritório de Histórias e Instituto Aço Brasil apresentam: Aço Brasil – uma viagem pela indústria do aço. Conheça o livro que conta a história da indústria do aço no Brasil desde a época colonial até os dias atuais.

Arquivo para download
(14.062 MB – PDF)




Vídeo 50 anos

Vídeo apresentado no primeiro dia da 24ª edição do Congresso Brasileiro do Aço, evento promovido pelo Instituto Aço Brasil, durante a solenidade de 50 anos do Instituto. Conta a trajetória do Aço Brasil, que chega ao seu jubileu de ouro trabalhando em prol do desenvolvimento e da competitividade da indústria do aço no País.



Vídeo Editado Memória Afetiva do Aço

Vídeo apresentado durante a abertura do Congresso Brasileiro do Aço - 23ª edição & ExpoAço 2012, evento promovido pelo Instituto Aço Brasil em SP, que contou com a presença de mais de 3 mil pessoas.



Solenidade 50 anos Aço Brasil – Homenageados

O primeiro dia do 24º Congresso Brasileiro do Aço, realizado nos dias 08 e 09/05 de 2013 no RJ foi marcado pela cerimônia de comemoração dos 50 anos do Instituto Aço Brasil. Criado em maio de 1963, a entidade congrega e representa as empresas produtoras de aço no País e atua na promoção do desenvolvimento e da competitividade do setor. O presidente executivo do Instituto, Marco Polo de Mello Lopes destacou a credibilidade do Aço Brasil junto aos stakeholders, a ética na apresentação e na defesa das demandas do setor e a capacidade de se ajustar às mudanças de cenário no Brasil e no exterior. Maria Silvia Bastos Marques, ex-presidente do Conselho Diretor do Instituto foi a escolhida para fazer o agradecimento em nome dos 16 homenageados. A ex-presidente classificou como intensa e marcante a sua passagem pelo setor do aço e citou o slogan “o Brasil é de aço”, criado pelo Aço Brasil, para destacar a importância do aço para o País.


ADEMAR DE CARVALHO BARBOSA
(Ademar de C. Barbosa Filho o representou)


ALBANO CHAGAS VIEIRA


ANDRÉ̂ B. GERDAU JOHANNPETER

Clique aqui e confira todas as fotos dos homenageados


Assista a solenidade de 50 anos do Instituto Aço Brasil, realizada durante o 24º Congresso Brasileiro do Aço


Conheça os dirigentes que comandaram o Instituto Aço Brasil nesses 50 anos de história



Ações Instituto Aço Brasil


Seminário da Indústria do Aço para Jornalistas de Belo Horizonte (2012)


Lançamento do Protocolo de Sustentabilidade do Carvão Vegetal em Brasília (2012)


22º Congresso Brasileiro do Aço (2011)


23º Congresso Brasileiro do Aço (2012)


Coletiva de imprensa na abertura do 22º Congresso Brasileiro do Aço em São Paulo (2011)


Mostra de Esculturas em Aço (2011)

Clique aqui e conheça algumas ações do Instituto