Armando Monteiro

Senador da República e ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria - CNI

Armando Monteiro é industrial, formado em Administração de Empresas (FGV) e em Direito (UFPE). Empresário, líder sindical foi ex-presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe). Presidiu a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o SENAI, o SESI e o IEL ao longo de oito anos, por dois mandatos consecutivos (2002/2010). Nesse período, também presidiu também o Conselho Deliberativo do SEBRAE.

Deputado federal por três mandatos consecutivos (1999/2010), nas eleições de 2006, Armando Monteiro foi o deputado federal mais votado de Pernambuco. Em maio de 2003 filiou-se ao PTB, assumindo a presidência do partido em Pernambuco, cargo que exerce até a presente data.

Na disputa do Senado Federal em 2010, Monteiro saiu das urnas como o senador mais votado de Pernambuco - com 3 milhões 142 mil votos – proporcionalmente, o quinto mais votado do país. Venceu em praticamente todas as regiões do Estado, com destaques nos maiores colégios eleitorais da Região Metropolitana, inclusive no Recife.

Em reconhecimento a sua atuação parlamentar, há mais de uma década Armando Monteiro é citado na lista das “Cabeças do Congresso” - documento que aponta os parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. Este levantamento é organizado anualmente pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), entidade composta por aproximadamente mil sindicatos de trabalhadores de todo o país.

No Senado é membro titular das Comissões de Assuntos Econômicos e de Constituição, Justiça e Cidadania, consideradas as mais importantes desta Casa Legislativa. Atualmente integra a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização do Congresso Nacional para analisar a proposta orçamentária do ano de 2013.

Tem-se destacado principalmente por sua forte defesa e influência na agenda da melhoria da competitividade do País, sendo um dos principais interlocutores do setor produtivo no Congresso Nacional.